quarta-feira, setembro 22, 2004

A jar of glass

E eis que te descobri, sem saber como e sem qualquer desejo de que assim fosse, a pairar num clima delirante em que o irrealismo se tornava por instantes, ainda que involuntariemente, a única razão possível da nossa actuação.

Fura_Bolos