sábado, setembro 05, 2009

ROL

Decidi, hoje, que até ao final da vida vou fazer isto:

1)Aprender a cozinhar sushi;
2)Fazer bungee jumping;
3)Tricotar uns quantos cachecóis;
4)Subir à Serra da Estrela e sentar-me a comer um gelado de morango;
5)Aprender a falar, definitivamente, francês e arranhar o japonês;
6)Ser responsável pelos meus animais de estimação(sem recorrer a qualquer tipo de ajuda materna);
7)Escrever um livro(por pior que seja);
8)Sobrevoar a Europa de balão de ar quente;
9)Usar aquele vestido que nunca tive coragem de vestir;
10)Tornar-me uma master do photoshop;
11)Reunir os meus amigos, pelo menos, uma vez por mês;
12)Formular uma teoria e dar-lhe um nome;
13)Meter-me numa daquelas paixões agudas sem volta;
14)(Não posso dizer);
15)Acampar na ilha de Tavira;
16)Ser mãe;
17)Deitar-me a hora decentes;
18)Comprar uma Polaroid;
19)Identificar todas as constelações;
20)Ler a colecção do Lobo Antunes;
21)Morar numa casa com um jardim coberto de tulipas;
22)Entrar numa loja de loiças e partir umas quantas coisas só porque sim;
.....

7 comentários:

Paulo Sempre disse...

As Mãos

"Há mãos que sustentam e mãos que abalam.
Mãos que limitam e mãos que ampliam.
Mãos que denunciam e mãos que escondem os denunciados.
Mãos que se abrem e mãos que se fecham.

Há mãos que afagam e mãos que agridem.
Mãos que ferem e mãos que cuidam das feridas.
Mãos que destroem e mãos que edificam.
Mãos que batem e mãos que recebem as pancadas por outros.

Há mãos que apontam e guiam e mãos que desviam.
Mãos que são temidas e mãos que são desejadas e queridas.
Mãos que dão com arrogância e mãos que se escondem ao dar.
Mãos que escandalizam e mãos que apagam os escândalos.
Mãos puras e mãos que carregam censuras.

Há mãos que escrevem para promover e mãos que escrevem para ferir.
Mãos que pesam e mãos que aliviam.
Mãos que operam e que curam e mãos que “amarguram”.

Há mãos que se apertam por amizade e mãos que se empurram por ódio.
Mãos furtivas que traficam destruição e mãos amigas que desviam da ruína.
Mãos finas que provam dor e mãos rudes que espalham amor.

Há mãos que se levantam pela verdade e mãos que encarnam a falsidade.
Mãos que oram e imploram e mãos que “devoram”.
Mãos de Caim, que matam.
Mãos de Jacó, que enganam.
Mãos de Judas, que entregam.
Mas há também as mãos de Simão, que carregam a cruz,
E as mãos de Verônica, que enxugam o rosto de Jesus.

Onde está a diferença?
Não está nas mãos, mas no coração.
É na mente transformada que dirige a mão santificada, delicada.
É a mente agradecida que transforma as mãos em instrumentos de graça.

Mãos que se levantam para abençoar,
Mãos que baixam para levantar o caído,
Mãos que se estendem para amparar o cansado.

São como as mãos de Deus que criam, que guiam,
Que salvam, que nunca faltam.
Existem mãos, e mãos.
As tuas, quais são?"

( Josefa Prieto Andres)



Abraço


Paulo

Mãozinhas disse...

:)

Mãozinhas disse...

gostei especialmente da parte de partir loiças só porque sim....

lol

Felis disse...

2) dúvido
11) dúvido ou não me incluo
17) hum...não sei
18) dou-te uma se quiseres
21) boa sorte
22) desde que tenhas dinheiro para as pagar...

Mãozinhas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mãozinhas disse...

Não duvides das minhas capacidades de bungee jumper :P

E corroborando o ponto 11, que tal marcarmos todos em cbr, no último fds do mês?

Ah..e fico à espera da Polaroid:P

Felisbela disse...

Por mim parece-me bem! vou tar de férias e td pa semana, até final do mês!A menina é que nunca mais disse nada (pa variar...)! E a polaroide pode ir cmg...:P
Bj