quinta-feira, setembro 15, 2005

Becos com saída:O capitalismo “saudável” surge de valores humanos

Sem partir para a retórica dualista partidária, direita ou esquerda… entendo que nem uma, nem outra venera a entoação desta tal palavra, capitalismo.
De uma forma sucinta, passo a explicar, a direita enfatiza a intervenção, a assistência dos mais desprotegidos da sociedade (com o empreendimento económico) a esquerda, por sua vez, promove a solidariedade dos fragilizados (ajudas sociais) … ao fim ao cabo, a ideia de uma é a reciclagem da outra, pois isto torna-se cíclico.
E sinceramente, o que se chama de “coerência” em politica não é nada mais que o persistir do mesmo erro... Admitir que erramos é incongruente com uma boa imagem politica mas uma coisa friso, a mudança de ideias, já defendia o Piaget, consiste numa assimilação e numa acomodação perante o meio e as estruturas do sujeito. Ou seja, uma adaptação equilibrada ao mundo actual está, coniventemente, relacionada com a evolução do nosso intelecto. Por isso, aquele que tem a coragem de admitir o erro e refazer a sua ideia, está a dar um passo não só para si mas também para a evolução da humanidade. Não quero estar aqui a afirmar… que a política (partidária, principalmente) é anti-evolução mas às vezes, pressupõe uma evolução retrógada.
Agora, sugiro, que retomemos à reflexão sobre o capitalismo, a tal palavra que não se deve prenunciar… Eu concordo com a economia do mercado…e porque não?! Ora vejamos… Uma empresa, segundo um artigo de um conceituado psicólogo, Ricardo Vagas (e é português!!!), tem como motor os valores humanos. Se não, ora vejamos, os comportamentos, as atitudes e a cultura não são 100% geríveis. Porquê?! Porque não são controláveis, são constantes renováveis, imprevisíveis… mas é esse facto que as faz ser o impulso gerador da competitividade. Já que o tecnológico e o produto podem ser copiados, plagiados, pirateados mas a dinâmica interna da empresa, a natureza da ligação cliente-empresa com as interacções dos objectivos, não, e é esse o marcador da diferença. É como se eu dissesse que aquela pessoa tem carisma porque o seu interior consegue transparecer na interacção com o exterior, no visível, mas não é por eu me tornar, exteriormente igual a essa pessoa, que vou ter o mesmo sucesso que ela, com uma empresa acontece o mesmo.
Ao contrário, do que nos diz a dialéctica marxista que preconiza a tensão entre a posse dos meios e a produção massificada pelo mundo capitalista com o aluguer da mão-de-obra pela classe trabalhadora. Ora isto, não faz qualquer sentido, numa economia que tem como base as competências e os conhecimentos de cada um, como estive a explicar anteriormente. Hoje em dia, a mão-de-obra passou a ser cabeça-de-obra que tem como resultado os meios de produção e a tecnologia… sendo estes inseparáveis.
Então, é importante que uma empresa aumente o seu grau de alinhamento individual, porque esta aumenta a responsabilidade que cada indivíduo tem perante a sua equipa de trabalho, de forma, atingir os objectivos comuns propostos.
Conclusão: A força invisível - os Valores Humanos, são as palavras-chaves para fazer a distinção de uma empresa com sucesso de outras coisas que se possam dizer. E depois dizem que essas empresas são capitalistas ??!!

Polegar (A kina vai-me matar :P)

13 comentários:

Walter disse...

Todo eu me curvo perante tamanha sapiência! ès grande TAS AKI! :P:P

Walter disse...

PS- nao digas a ninguem mas o estudo ja está a afectar-te!:P

Mãozinhas disse...

eu q, normalmente, me tento abster destas discussões partidárias, tenho-te a dizer Sue: tiveste em grande. Não só pela exposição das tuas ideias mas tb pela forma como foram esplanadas, de forma sucinta, simples e de rápida compreensão!já repensas-te o teu curso pa jornalismo? lol

PS: a kina teve um ataque, tivemos que a mandar calar durante a leitura do texto todo lol
bjinhos

Fura_Bolos

Mãozinhas disse...

Eu também acho que o estudo está afectar e não é pouco. Piaget e capitalismo onde já se viu lol

Polegar

barry_lyndon disse...

'por supõe'?? Onde é que tu estudaste Piaget?? Sugestão Pingo Doce para esta semana: compra o livro 'The world is flat' e depois corrige tudo o que escreveste... a começar por 'pressupõe' (é melhor fazeres copy-paste a partir daqui pois o livro ainda não foi traduzido)!!


PlayStation 1: 'capitalismo' e 'liberalismo' não são a mesma coisa!!

PlayStation 2: o teu discurso faz-me pensar em formações empresariais nos Centros de Emprego ou então em acções de promoção nessas saudáveis indústrias da Beira Interior, só para preencher os requisitos para mais uma norma ISO 9100-108; [sic]Porque não são controláveis, são constantes renováveis, imprevisíveis… mas é esse facto que as faz ser o impulso gerador da competitividade. Já que o tecnológico e o produto podem ser copiados, plagiados, pirateados mas a dinâmica interna da empresa, a natureza da ligação cliente-empresa com as interacções dos objectivos, não, e é esse o marcador da diferença. É como se eu dissesse que aquela pessoa tem carisma porque o seu interior consegue transparecer na interacção com o exterior, no visível, mas não é por eu me tornar, exteriormente igual a essa pessoa, que vou ter o mesmo sucesso que ela, com uma empresa acontece o mesmo.

Mãozinhas disse...

Obrigada pela rectificação ortográfica… este tipo de erratas são sempre bem-vindas… não quero contribuir para ‘liberação’ do uso incorrecto da língua portuguesa. Por isso é melhor esperar pela tradução correcta 'The world is flat'…

Polegar

Mãozinhas disse...

E já agora... Bom filme esse, não ?! :p

Polegar

Anónimo disse...

capitalismo: regime económico caracterizado pela grande produção, pelo investimento de grande massa de bens e pela propriedade individual dos capitais; regime no qual o poder político está na dependência dos detentores de capitais...

comunismo: regime político, económico e social caracterizado pela comunhão de todos os bens (meios de produção e bens de consumo)e pela ausência da propriedade privada...


tive a pensar...realmente o segundo é mais bonito..mas o primeiro provoca-me um frenesim indescritível, uma dorzinha aqui dentro..um sorriso maroto...gosto de chamar-lhe O Americam Dream...

Anónimo disse...

O AmericaN Dream...dsclpem lá qualquer coisita...

Anónimo disse...

O AmericaN Dream...dsclpem lá qualquer coisita...

Anónimo disse...

Excellent, love it! » »

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! Big mature natural breast cabinets and countertops

Anónimo disse...

This is very interesting site... »