sexta-feira, maio 21, 2004

Olho crítico : A Queiminha....

Hello !! Hello !!
Aqui estou eu, sobrevivi a uma das provas mais terríveis de Coimbra, a Queima das Fitas. Para começar, aqui a caloira passou a Pastrana EHEH !! Por falar nisso, à que referir a primeira vez que senti o traje…. Bem posso dizer que me senti noutra pele, mas ao deslumbrar Coimbra vestida de capas negras o orgulho fez-se sentir !! Até que fui quase esmagada para entrar no átrio da Faculdade de Direito para assistir à serenata na Via Latina. Enfim, mais uma prova dura que ultrapassei e lá consegui que traçassem a minha capa. Eheh objectivo atingido aqui da ex-caloira, já para não falar do mega jantar de curso em que me safei das nefastas vozes “ Eeee se …… quer ser cá da malta ….” (não é preciso cantar que todos nós já sabemos esta ladainha) lol mas isso era outra história.
A queima em si alberga muitas tradições. Ahh pois… não é só noitadas no parque, existe desde a Garraiada (EU SOU CONTRA AS TOURADAS), o Cortejo, a Bênção das Pastas, a Serenata Monumental como acabei de referir, a Récita dos Quintanistas que ao fim ao cabo é uma sátira aos belos anos que passaram em Coimbra, entre outras…O que destaco é sem duvida o Cortejo é o culminar, até eu que não bebo fiquei com uma tremenda bebedeira psicológica lol. É realmente o paraíso dos estudantes, aquele percurso de páras e arrancas e lá vai umas bebidas pela goela a baixo, é onde se junta as mais novas angariações com os que ali se despedem e choram já da sentida saudade. A parte pior sem dúvida é as dores horríveis nos pés, e a cidade que fica num estado pior que uma pocilga. Mas o público adora !! Imensa gente nos acompanha neste espectáculo, super interactivo, muitos participam e ajudam acabar os stocks mais rápido.
As noites no parque já são outras histórias, já não tão tradicionais mas mais capitalistas. As noites do parque tomadas pelos patrocinadores fizeram que esta queima não fosse das melhores na minha opinião. Os preços eram exorbitantes para a qualidade oferecida. Mesmo assim adorei a noite de sábado com os Lamb, Blasted Mechanism, Blind Zero. Devo aqui salientar a má organização dos concertos porque ninguém sabia a ordem de entrada no palco das bandas, o que me fez perder alguns concertos. A noite de segunda com o Rui Veloso, da cidade invicta, o POORRRTTTO, espero que pró ano tragam mas é Pedro Abrunhosa. Terça, a noite pimba em que passei a noite toda no palco RUC (2º palco) com Slopy Joe. E Depois a de sexta com os Toranja e o belo fogo de artifício com pano de fundo a mística cidade de Coimbra e o rio Mondego.
Por fim… queima = a loucura lol, que venham mais. Mas para bom observador a queima dá muito que pensar ou não…

A Polegar*

2 comentários:

Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! » »

Anónimo disse...

This is very interesting site... video editing programs