domingo, dezembro 24, 2006

Mensagem de Natal e de Ano Novo Alternativa ;)

Voltei! (Para mal de alguns ou dos meus pecados lol)


Deixo este video-clip dos Massive Attack - Angel

Depois de verem o vídeo acho que a mensagem salta bem à vista. Contudo a arte é sempre subjectiva e então, se a isso adicionarmos a nossa criatividade pode ir muito longe.
Revelem a vossa opinião, conto convosco. Eu depois direi a minha, não digo agora para não haver enviezamentos. Ah! Já agora vejam primeiro vídeo e só depois os comments, assim consegues formar a tua opinião sem outras influências. Combinado?!

Agora é so carregar no Play ;)
(já podem até conhecer o vídeo mas agora também podem comentar :p)



Polegar

9 comentários:

Mãozinhas disse...

Este clip só me fez lembrar akela premissa básica do Sá em relação ao Natal, e com a qual concordo q.b..."O Natal existe quando alguem nos quiser..". De facto o Natal consiste na descoberta do outros e de nós próprios(k alias devia ocorrer durante o resto do ano...),e o problema ocorre quando existem estes desencontros, e daí talvez quadra se revista de um sabor tão agridoce por vezes...

Beijão enorme...

Anelar

Mãozinhas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Mãozinhas disse...

bem...antes de mais: té que enfim que a menina se decidiu a postar n??? e já agora, aparecer no messenger n?

humm eu n consegui dissociar a letra da musica do clip "you are my angel"...
como se todos nós precisássemos desse anjo...mas será que esse anjo existe mesmo? n será ele o reflexo de nós proprios? perseguimo-lo tal como perseguimos a felicidade, tal como perseguimos a ideia do "natal", da fraternidade, do dar.... mas... o que é que acontece quando o jogo de inverte? qndo nos olhamos ao espelho? qndo o sol dá lugar à lua?

PS: rita a frase é exactamente "o natal n é qndo o Homem quer, mas qndo alguem nos quer a nós" lool cita o homem mas cita-o em condições! lol gostei da tua reflexão! mal pudemos esperar pela sapiencia superior: SUEEE, A RAINHA DA BACORADA!!!! kikiki
E n percam o proximo episodio pq nós tb nãaaaaaaaaaoooooooooooooo!!!!!!!

beijão

Fura bolos

FELIZ NATALLLLLLLL

Mãozinhas disse...

Toda eu me redimo perante tamanha "gaffe"(peço umas dcps extras ao pexoal dinamico e de dinamica lol)...

Tou a gostar destes desabafos natalicios...mas não se inibam e façam-nos durante todo o ano okis?

Jinho*****

P.S:Concordo ctg fura, já tou k saudadx da Miss Bacorada lolol

Mãozinhas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Mãozinhas disse...

Bem adorei as vossas conclusões e não sabia da existência dessa frase magnifica do Sá "O Natal não é quando o Homem quer, mas quando alguém nos quer a nós." Eu concordo plenamente com ela. Realmente, Rita tu valorizas a melhor parte da frase que é parte positiva, que é o que derradeiramente importa (vamos por a frase na afirmativa) "O Natal é quando alguém nos quer a nós." De facto, é quando sentimos amados por alguém desde família, amigos, namorado, por tudo... é que sentimos mesmo bem... mesmo que não se proporcione o encontro por algum motivo de maior, não se vai por em causa o amor que nós sentimos pelas pessoas que gostamos e o delas pelo nosso, o mais que possamos sentir é saudade. A frase na negativa, "O Natal não é quando o Homem quer", salienta os obstáculos e os conflitos influenciados muitas vezes pelo exterior e pelos pensamentos e acções incorrectas que a nossa mente tem. Ou seja, deixamos de tal forma influenciarmos negativamente que somos atacados pela dor, mágoa, angústia, ódio, remorsos, cobardia, incerteza, dúvidas... E tudo isto provoca mau estar, alguma coisa no processo natural e espontâneo de sermos amados está a falhar... E isso realmente advém da má interpretação que muitas vezes fazemos dos acontecimentos exteriores e da importância que dá-mos ao que não interessa. Esta parte é mais difícil de ultrapassar se realmente não reavaliarmos o modo como pensamos e não percebermos o que causa tanta inquietação e problemas. É porque realmente ñ é só preciso querer alguma coisa mas sim querer fazer por ela, isto é, esta parte da frase, salienta o facto que é preciso mudar alguma coisa para que o funcionamento do nosso corpo e mente para que volte ao bem-estar. Aqui, comprovo que concordo com a Isabel quando ela diz que é sempre necessário analisar as condições em que o homem se encontra mas para de facto transformá-las. Acho que faltou à Isa a parte do transformar, modificar, o homem não é um ser estático. E porque "nada se perde, tudo se transforma". Acho que esta parte responde as várias questões que Isa fez. Existe mm um anjo, ele é realmente o reflexo de nós próprios, realmente perseguimo-lo como perseguimos a Felicidade porque sabemos que sem ele não atingimos a Felicidade e Felicidade existe, meus amigos! O anjo é um sentido metafórico de representar o EU ao seu mais alto nível para querermos chegar a onde queremos, é portanto um meio crucial. E quando o jogo se inverte realmente se não confiarmos nesse anjo que é o Self e os vários Selfs, realmente o jogo como eu disse inverte-se do bem-estar para o mal-estar e se não revertermos isso e se não tivermos capacidade de acreditar nele para mudarmos para melhor, as dúvidas e os conflitos persistem. Em relação ao Sol e à Lua podemos vê-los, os dois com os mesmo olhos do bem-estar, porque o mundo é feito de coisas antagónicas... A diferença reside, é que se tu acreditares no teu self e ajudares-te a permanecer no bem-estar e tranquilidade tudo parecerá mais fácil e mais bonito, feliz e cada vez mais forte se duvidares da sua força de ser feliz cais, digamos assim, no lado 'Darkside' da tua vida e as coisas parecerão mais complicadas de resolver e mais e mais.

Capixe?! Isto é, ou não é psicanálise?! Pronto psicologia, eu sou a apologista das interligações, multivariáveis, multiciências por ai fora lol ;)

Polegar *

Francisco disse...

eu li (e diria que deste modo fica mais "atractiva"), para ser mais preciso, apesar do significado não se alterar, "Natal é quando quem quer que seja faz de nós o seu presente", in NoticiasMagazine, algures-no-ano-de-dois-mil-e-quatro.
mas, e se inverter-mos a frase, ou seja, Natal é quando nós fazemos de quem quer que seja o nosso presente?...

Mãozinhas disse...

Se foi no NoticiasMagazine as tantas foi dito pelo Dr. Eduardo Sá lol
Ele como escreve pra lá
n duvidava nada que a frase até fosse de autoria dele.

Mas uma bela frase sim senhora ;)

Bjs** Polegar

francisco disse...

sim é, eu omiti porque já tinham identificado o autor. (quer dizer, como a frase não foi transcrita correctamente, o seu autor não pode ter sido identificado lol. enfim.)