sábado, junho 17, 2006

Vozes intemporais( I )


Data de Nascimento: 21-02-1933Local de Nascimento: Tryon, Carolina do NorteNome Verdadeiro: Nina SimoneData de Falecimento: 22-04-2003País de Origem: EUA

Excêntrica, enigmática, temperamental. Uma mulher de armas, como se costuma dizer, que durante os anos 60, quando ainda se faziam concertos para brancos e para negros, defendeu activamente os direitos dos afro-americanos, tanto no palco, como fora dele, tento estado sempre ligada a outras causas como o "Black Civil Rights Civil Movement".Por força das circunstâncias começou a tirar partido de uma voz, que até então desconhecia possuir, e que se viria a revelar mágica aos olhos do mundo, através de canções como "I Loves You Porgy", "My Baby Just Cares For Me" e "See Line Woman".Nina Simone nasceu na Carolina do Norte dos anos 30, numa família pobre que a baptizou de Eunice Waymon. Era a mais nova de sete irmãos, mas teve de começar a trabalhar muito cedo para ajudar a família. Aos quatro anos já revelava uma aptidão natural para o piano, daí que o professor que a ensinou desde a pressionar as primeiras teclas tivesse providenciado desde logo a abertura de uma poupança, "Eunice Waymon Fund", para que Nina pudesse continuar a investir na sua edução musical. E a cantora assim fez. Já na adolescência frequentou aulas de piano na conceituada Julliard School of Music, de Nova Iorque, uma oportunidade rara para uma mulher negra, se tivermos em conta que corria então a década de 50. Terminados os estudos, Nina Simone começou a acompanhar cantores ao piano para ajudar a família, até que em 1954 aceitou um emprego num bar irlandês, em Atlantic City. O dono do estabelecimento informou-a de que precisavam de uma cantora - "Sabes cantar, Nina? Se não sabes, não te posso contratar", esclareceu desde logo. A cantora, não estando em condições de negociar, começou a cantar "I Loves You Porgy", tema da ópera "Porgy and Bess", que entretanto se tornou num êxito à escala mundial, e ficou com o lugar.Os primeiros temas, Nina Simone gravou-os no final dos anos 50 para a editora Bethelhem, dando provas concretas dos seus dotes de pianista, cantora e compositora, através de temas como "Plain Gold ring", "Don't Smoke in Bed" e "Little Girl Blue".Intérprete exímia de estilos como gospel, soul, blues, jazz e folk, acabando sem querer por criar um estilo só seu, Nina hipnotizou plateias desde os primeiros concertos, já que era no palco que se sentia em casa. No entanto, era também em palco que se revelava o seu temperamento difícil, e que muitas vezes a fez abandonar o espectáculo em manifestação contra o barulho do público. Activista sem olhar a meios, Nina escreveu "Mississippi Goddamn" depois de quatro crianças negras terem sido mortas num bombardeamento numa igreja de Birmingham, em 1963. Gravou dezenas de discos ao vivo, e apesar de ter composto originais, construiu uma carreira também com base em composições assinadas por outros artistas, que imortalizou, caso de Jacques Brel, Kurt Weill, The Beatles, George Harrison, Leonard Cohen, Bob Dylan, Bee Gees e, principalmente, George Gershwin.Depois de tempos turbulentos vividos durante a década de 70, fruto de um divórcio, problemas financeiros e grande instabilidade domiciliária (tendo vivido na Suíça, Libéria, Barbados, França e Inglaterra), Nina regressou em força às tabelas de vendas, nos anos 80, depois do clássico "My Baby Just Cares Form Me" ter sido utilizado numa campanha publicitária da Cacharel, e a provar que a voz da cantora continua ainda hoje a dar cartas um pouco por toda a parte, "Ain't Got No (I Got Life)" foi um dos mais bem sucedidos singles do ano na Holanda, tal como acontecera há trinta anos.No dia 22 de Abril de 2003, o agente de Nina Simone anunciava a morte da cantora. Aos setenta anos de idade, Nina morreu em casa, no Sul de França, vítima de doença prolongada. Deixa uma filha, Lisa, do casamento com o ex-marido/manager Andy Stroud.

Imperdível ouvir o legado que esta senhora nos deixou...

Anelar

8 comentários:

Mãozinhas disse...

Muito bem Anelar desconhecia a bibliografia que se escondia por detrás desta Grande Nina ... são exemplos destes que nos despertam mais força pa uma luta de um mundo mais justo ;)

Polegar****

Anónimo disse...

muito bem, já há muito que não se falava de musica por estas bandas... foi uma boa escolha esta... Nina Simone mantem-se uma das grandes influências dos musicos contemporâneos...pelo menos dos que se prezam...

PARA QUANDO UM POST DEDICADO À NOSSA SIMONE???!!!

QUEM FAZ UM FILHO FÁ-LO POR GOSTO... LA LA LA LA

Rukinha disse...

ha um rmx mt fixe k kurto, sinnerman acho ;)

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

Anónimo disse...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»

Anónimo disse...

Enjoyed a lot!
» » »

Anónimo disse...

Excellent, love it! film editing schools